segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Olhar.

Os olhares...será que eles falam mais do que as palavras?
Quantas vezes você sentiu por um olhar um sentimento correspondente ao seu, mas pensou: "besteira minha"? sim, eu sei o que é esse olhar!

Pode ser que na hora você não sustende os sentimento nem a sensação do olhar da pessoa pra você, mas o mais engraçado, é que um dia a pessoa vai te dizer: " eu te olhei diferente", e então você percebe que não se enganou o quanto imaginou.

Pois eu acredito... Sim, os olhares falam mais do que as palavras...te passam sentimento, te passam interpretações, te repreendem em momentos de extrema empolgação e te confortam em momentos de tristeza.

Me lembro dos olhares de minha mãe...sei interpreta-la pelo olhar, quando ela está brava, quando ela está triste, quando está com raiva, quando devo ficar quieta porque estou falando demais!
Da mesma forma consigo interpretar o olhar dos meus amigos, dos velhos e dos recentes, pois imagino como eu os olharia diante da situação, ou melhor, inverto nossos papeis e consigo saber o que eles sentem naquele exato momento.

Mas é incrivel, quando se trata de coração, de amor, de homem e mulher, eu crio um tipo de resistência, não sei realizar o meu olhar corretamente, muito menos discretamente, e além de tudo, não consigo desvendar o olhar da pessoa, será que isso seria medo? medo de acreditar e meus "instintos" me enganarem facilmente? não sei...só sei que não existe nada melhor do que sonhar com o momento em que meu tão esperado vai chegar, vamos ter aquele momento em que nos olharemos, o tempo vai parar, o mundo vai rodar ao nosso redor, palavras não serão ditas pois não haverá necessidade alguma delas se fazerem presentes pois ali, só haverá uma coisa...O NOSSO OLHAR!

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Ingratidão diante de tanto amor

Nossa, que loucura... eu estou em plena aula de antropologia e dei uma caminhada pelos meus pensamentos, de como era minha vida, como me tornei, como me achei, e graças ao pai, fui reavivada.

Me lembrei da história do formigueiro...
Imagine se quisessemos falar pras formigas o quanto amamos o formigueiro. Como poderiamos fazer isso? se dessemos açúcar elas gostariam, mas não saberiam à quem agradecer. Teriamos que nos transformar em formigas, abandonar nossa vida ótima, e ir lá, trabalhar igual à elas, de sol a sol, carregar os fardos como elas, enfim, viver igual as formigas. e foi assim que Jesus veio, ele não precisava ter vindo e muito menos ter feito tudo o que fez, mas fez e fez por amor a nós! Quão Grande é ESSE AMOR, Ele foi o amor!

Na minha opnião, só conseguimos entender esse amor quando nos envergonhamos de tal ato, quando nos sentimos ganhadores de uma imerecida vida!

E mesmo assim, muitas vezes sabendo de tudo isso, reclamamos de acordar, de abrir os olhos, de andar, de poder trabalhar, de poder honrar e retribuir todo o amor que ele nos proporcionou. Tal ato deveria ser feito sem que fossemos conscientizados de que deve ser assim, mas simplesmente por tentar agir conforme sempre deveria ter sido feito, e por amor, por respeito, por honrar a quem nos deu tanto amor.

Senhor, te agradeço pela vida, pelas obras maravilhosas que tens feito em minha vida!
Agradeço também, pelas tribulações, sem elas, eu não enxergaria quão misericordioso o Senhor és, e mesmo sem eu merecer tamanha bondade e amor por mim, assim o Senhor fez e faz.

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

As pedras que seguram o papel

As vezes quando estamos tristes com vontade de sair poraí fazendo tudo que vier na cabeça sem pensar nas consequencias, pra onde vamos, o que faremos e o que isso ocasionará a nós mesmos, somos como folhas de papel ao vento. Nesse momento aparecem aquelas pessoas que nos dizem o que necessitavamos ouvir, mas que de certa forma não queriamos, simplesmente por desejar continuar vivendo e fazendo o errado por sentir prazer, mesmo sabendo que se trata de um prazer vazio.
Quantas vezes você foi desabafar algo errado que cometeu, mas escolheu aquela pessoa justamente por ela ser sua amiga ter afinidade com você e de certa forma te apoiaria nos teus erros e nao te exortaria, mas na hora do conselho você acabou escutando aquilo que jamais esperava que esta pessoa lhe dissesse, e sim, ela te aexortou com muito amor. Pois saiba, essa pessoa foi literalmente uma pedra, a pedra que Deus colocou em cima do papel para que ele ali ficasse e cumprisse a sua função.

sexta-feira, 15 de julho de 2011

Quando chega o seu "Momento"

Já parou pra pensar?
Quantas vezes você sentou, refletiu, analisou e concluiu que sua vida está como varias vezes você quis que ela estivesse?
Você tá vivendo justamente AQUELE momento que sempre esperou...
Momento de olhar, viver, sentir, se permitir viver de uma forma correta, sem se afobar, sem "meter os pés pelas mãos", se deixar levar de uma forma pura e correta o momento tão puro e intenso que você está vivendo, e dessa vez, é com você, cada passo e cada decisão vai te levar a um caminho, mas quem vai determinar o caminho e pra onde ele vai, literalmente é você!

Isso de certa forma alivía, pois é como olhar no horizonte e ver que você está tendo a chance de recomeçar tudo novamente, mas não se afobe! Dessa vez você pode fazer da sua forma, e consequentemente da melhor forma que você puder, se lembrando dos erros que já cometeu para que não os cometa mais, até porque dessa vez você sabe a quem pedir orientações, sabe que é falar com Deus, falar com ele antes de dormir até pegar no sono e que você acordar vai sentir e perceber que ele estará do seu lado durante todos os caminhos que você escolher, pois quem te iluminará para escolher, será Ele.
E sensação melhor do que a de fazer a vontade Dele, acredito que não tenha, pois é realizar as coisas sem temer, é a sensação de saber que TUDO que você fizer por Ele e que vier Dele, será bom e perfeito a ponto de te acalmar, e te fazer deitar, olhar pro teto, sorrir e fechar os seus olhos, sem se preocupar com o que vai ver quando abri-los novamente, pois este, é o SEU MOMENTO e é com Deus.

quinta-feira, 14 de julho de 2011

Arrumando a casa

Como uma pessoa muito sábia me disse: "Arrumar a casa leva-se um tempo". Estou seguindo este propósito, arrumando aquilo que ficou bagunçado por demais da conta e somente depois disso, receber as visitas.

As vezes abrimos as portas da nossa casa, recebemos com tanto carinho e empolgação, mas no final acabam indo embora deixando tudo bagunçado, umas vezes sem se despedir, outras fazendo questão disso. E muitas vezes é assim que acontece com nosso coração. Algumas pessoas chegam em nossas vidas,entram, participam, deixam marcas e saem, algumas vezes até sem avisar. isso deixa um machucado enorme, uma bagunça enorme onde pode refletir em varias outras coisas

Aí, diante dessa frase fiquei refletindo, refletindo...e pensando: "Deus, que venha de CAMELO, que venha de longe, mas que faça vir na hora certa e da forma correta". Na hora que minha casa estiver arrumada, tudo em ordem, ou até mesmo, que entre, conviva em minha casa e depois de um bom tempo eu perceba: "olha, estava aqui o tempo todo e eu não vi", e assim, poder agradecer a Deus por fazer as coisas da melhor maneira que se pode fazer!

quinta-feira, 7 de julho de 2011

A varanda

Aquele dia estava frio demais, porém, eu ainda tinha muitos afazeres na varanda de casa. Muita coisa que limpar, muita coisa que jogar fora, muito o que recolher, escolher, cuidar e tratar.
Ainda tendo consciencia de tudo isso, algo me fazia não ir pra varanda , era como se uma coisa mais forte me dissesse pra ficar dentro de casa, sem o que se passa na vida lá fora. Mas a vista que eu tinha na janela, não me deixou permitir que minha consciencia fosse maior do que a curiosidade de sair na varanda.
Enfim, resolvi sair na varanda...e então entendi, que visão linda, bela e inconfundível.

Lá estava a felicidade me esperando, e coisas negativas faziam com que eu ficasse do lado de dentro sem poder observar como a vida é bela quando saímos na varanda, sim, a vida é bela quando saímos na varanda.

Você descobre que na varanda, existem coisas boas e ruins, mas que você só as pega do chão se quiser. E é nessa parte que você deve ser inteligente o suficiente para deixar as coisas ruins no chão e recolher somente as coisas boas, e assim, levá-las para dentro de sua casa, guardá-las no mais intimo, cuidá-las, e um dia enfim pendurar em um local na varanda novamente onde todos consigão ver como foi bom, recolher as coisas boas da varanda.


Viver a vida de forma reservada é bom, porém às vezes nos reservamos demais a ponto de não sair na varanda, não abrir as portas da nossa vida para que ótimas oportunidades aconteçam com a gente! Sim, estou falando de ótimas oportunidades. Talvez você sofra por não conseguir algo que anceia muito, já pensou para pensar se você está saindo na varanda para encontrar o que necessita? Se não, saía, consciente de que mais vale a pena tentar, arriscar e se dar a chance de realizar os teus anceios, do que ficar do lado de dentro vendo as oportunidades passarem pela janela rapidamente de forma que você por muitas vezes, nem note.